Nunca pesquei, e daí?

Olá gente, como vocês estão? Eu to bem, e estou a fim de contar um causo pra vocês.

Eu não sei se essa é a coisa mais normal do mundo, mas uma grande porcentagem de pessoas já pescou pelo menos uma vez na vida, e eu, com minha diferenteza (oh palavra linda), nunca tinha pescado... Nunca até ir num pequeno passeio e pescar lá.


No estado onde eu moro (Espírito Santo), tem um lugar bastante conhecido que tem várias coisas legais. Sim, expliquei legal!
Mas bem, é o Parque ..... , lá tem casinhas para quem quer passar um tempo, tem espaços de recreação, tem áreas com piscina, tem restaurantes, tem lagoas, tem uma fazendinha... Posso dizer que lá é muito legal. Eu tive a oportunidade de ir com a minha empresa, o que tornou o passeio mais legal ainda, e foi lá que tive 4 experiências que nunca tinha tido.
A primeira de todas vai parecer até engraçado, mas é verdade, eu nunca tinha montado num cavalo, e lá tive essa oportunidade. Morri de medo? Morri, mas pelo menos tirei uma foto legalzinha pra mostrar pros meus filhos um dia.

(Esse foi o meu sorriso mais falso, porque o cavalo tava se mexendo freneticamente e eu pensei que ia cair)

Outra, das quatro coisas que eu fiz, foi andar na água de pedalinho. Eu pude perceber que sou uma pessoa que não faz nada da vida, porque nuss, nunca ter ido num pedalinho é triste... Mas bem, eu fui e pra novidade e supresa de todos, também fiquei com medo. Mas o medo foi mais de cair na água, fora isso tava de boas.

(Estávamos sorrindo, mas teve uma hora que começamos a pesar o coisinho e ele começou a agarrar)

E aí, aproveitando o momento água, é medo de cair nela, eu também fui naqueles negócios que a gente tem que remar, não, não é barco, mas eu não lembro o nome então é negócio de remar.

(Essa da foto é a Sarah Kézia, ela ficou me colocando medo, quase me fez cair dentro da água, mas estou aqui, firme e forte)

E o que todos estavam esperando, e que  é o assunto do título desse post.... Eu também pesquei. DUAS VEZES AINDA POR CIMA! Eu nunca tinha pensado que um dia iria pescar, porque a) tenho dó de ver o peixe se contorcendo sem ar; b) tenho medo do peixe me morder.
E foi por essa razão que o primeiro peixe que eu pesquei, eu fiquei gritando para alguém tirar ele da isca, porque eu não conseguia tirar e, pra mim, ele já tava morrendo. E o segundo peixe consegui tirar sozinha, quer dizer, fui tentar tirar ele, ai ele começou a pular pular e pular e voltou pra água sozinho, fim.

(Essa sou eu, com um belo look de pescadora, e esse era o meu peixe, antes de voltar pra água de novo)

Entaaão é isso, gente. Esses acontecimentos foram em dezembro, não falei aqui por motivos de: tinha me mudado há pouco tempo e estava sem internet, então só lembrei de postar agora.
Masss bem, fiquem com Papai do Céu, beijinhos no coração!  

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top