Universidade, o que é isso?

Eu sempre sonhei em ir para a universidade, sempre achei uma coisa muito legal e meio de outro mundo também, para ser sincera. Mas bem, esse meu antigo sonho, para minha surpresa, se realizou, e hoje sou uma universitária!


Mas querem saber de uma coisa? Eu acho que não é tudo aquilo que eu pensava, o que me faz sentir muita falta da época em que estava na escola normal (não que a universidade seja anormal) e que tinha esses sonhos doidos!
"Mas, Amanda, por que você pensa isso agora? Tem tanta gente que gostaria de estar na universidade que você está...". É, eu sei disso, sei que tem muita gente que queria isso, e sei também que eles estariam se dando muito bem! Entretanto, querem saber de uma coisa? Eu acho que não nasci para estudar.
E sim, eu sei o que pode passar pela cabeça das pessoas: "Como assim não nasceu para estudar?" "Se você não estudar, não vai a lugar nenhum!" "Você precisa estudar para ser alguém na vida...", e sei lá mais quantas coisas. E mesmo assim continuo achando que não nasci para isso.
Desde o Ensino Médio eu pensava isso, pelo simples fato de não me achar ótima em nada. Química? Odeio. Matemática? Aprendia de boas, mas guardava para mim apenas aquilo que sabia que ia usar algum dia na minha vida. Física? Coisa demais para minha cabeça. Biologia? Nomes muito difíceis para eu aprender. Educação Física? Muito exercício para o meu sedentarismo. Artes? Não sei desenhar. Filosofia? "Só sei que nada sei...". 
Disso tudo o que me sobrava? Português, História, Geografia, Sociologia, Inglês e Espanhol. 
Em geografia minhas notas não eram tão boas, e bem, até hoje me confundo com leste e oeste. Sociologia não tinha nada contra, mas não me via seguindo isso pelo resto da minha vida. História eu gostava para caramba, mas era uma área que minha mãe queria cursar, então acabei não pensando na hipótese de segui-lá. 
Logo, como puderam ver, eu não poderia seguir para o ramo de exatas, biomédicas e eu também não era tão de humanas assim. Restava para mim linguagens, porém só tive espanhol no 3º ano e achei complicado para aprender e para cursar Letras-Inglês eu precisava saber 70% inglês, o que é óbvio que eu não sabia.
Então me restou o português, que eu sempre gostei, pelo fato de AMAR ler e gostar muito de escrever (como vocês podem ver, né? Kkk) e foi isso que resolvi cursar, porém agora eu vejo que as coisas não são tão fáceis assim, e que tem pessoas que estão fazendo letras porque amam isso, o que só me faz confirmar a minha teoria de que não nasci para estudar. 

Parabenizo todos aqueles que se dão bem nas coisas que fazem e que sabiam desde sempre o que queriam fazer, porque para ser sincera eu ainda não sei se estou fazendo a coisa certa. E penso muito nisso quando lembro que pude escolher entre Administração e Letras, e escolhi letras, vai que era para eu ter ido (mesmo tendo muitos cálculos) para administração? Essa dúvida ficará por muito tempo comigo, porque nuss...

E é isso, gente, espero que estejam bem e que fiquem bem, caso não estejam, fiquem com Papai do Céu, beijinhos!

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Back
to top