Postagens

19 de Junho de 2018

Imagem
(Como dá para se notar, depois que passei pra cá dei algumas alteradas no texto)
O versículo dessa manhã se encontrava na 1ª carta aos Coríntios no capítulo 13, basicamente aquela parte que fala do amor. E sabe, o engraçado foi que, quando vi que seria essa parte, achei uma certa graça e ao mesmo tempo fiquei indignada, pensei: por que em meio a tantos capítulos tinha que ser um que fala que “o amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta”?

O versículo principal foi o 4: “O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece”, e continua, 5: “não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal;” 6: “não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade;” 7: “tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”. Mesmo indignada isso me fez pensar que ainda tenho muito o que aprender sobre o amor.

Eu amo, isso é óbvio, mas por vezes não sei lidar com esse sentimento, acabo “me …

Minha última carta para você.

Imagem
(Ao dono da foto, talvez algum dia te pague por ela com um abraço ou dois)

Heráclito afirmou uma vez que “ninguém pode entrar duas vezes no mesmo rio, pois quando nele se entra novamente, não se encontra as mesmas águas, e o próprio ser já se modificou”. Eu já escutei essa frase diversas vezes, mas não tinha parado para encaixa-la em pontos da minha vida, até um certo dia pela manhã em que estava fazendo algo totalmente normal e cotidiano, no caso escovando os dentes, e ela fez bastante sentido. 
Acredito que tenha lhe escrito mais cartas do que gostaria, seu nome apareceu no meu pequeno caderno de capa verde mais do que o necessário, Papai do Céu só não se cansou das minhas orações, em que você estava presente, porque Ele é Deus, tentei puxar assunto contigo das mais diversas formas, deixei meu orgulho de lado e acompanhei a trouxisse mais do que minha irmã acredita ser possível... E agora entendi que nada disso adiantou muito, e talvez nunca vá adiantar.
Acabei descobrindo que senti (…

Prometo que vou me lembrar

Imagem
Da próxima vez prometo que irei lembrar de falar que amo usar sapatos fechados
porque eles cobrem meus pés, que acho tão estranhos

Irei lembrar de falar que tenho mania de segurar o braço das pessoas que estão comigo,
porque tenho a impressão de que consigo protegê-las

Irei lembrar de falar que a vontade do meu coração é sempre demonstrar tudo o que se passa,
mas que por vezes guardo pra mim até não aguentar mais

Irei lembrar de falar que ciúmes é algo que tento não ter,
mas que me persegue e me faz viver correndo dele

Irei lembrar de falar que gosto quando coisas inesperadas acontecem em momentos inesperados,
mas que também gosto de manter um pouco daquilo que se espera

Irei lembrar de falar que por vezes tenho surtos de coragem
e que por conta desses surtos faço perguntas inusitadas em momentos bem aleatórios

Irei lembrar de falar que tenho um certo problema em lidar comigo mesma
e por conta disso não sei reagir a elogios como as outras pessoas

Irei lembrar de falar que tenho uma m…

Uma simples, mas não tão simples assim, eu

Imagem
Olá, pessoas. Como vocês estão? Eu estou bem, graças a Deus.

Para as pessoas que pararem para ler essa postagem deixo um aviso: falarei sobre coisas a respeito da minha pessoa, ok? Ok.

Uns dias atrás minha prima escreveu um texto e pediu para eu dar uma lida para ver se tinha algum erro, se ela tinha comido alguma palavra, coisas assim. Depois que eu mandei o texto “corrigido”, ela me disse que seria para postar, porque as pessoas nos seguem e nem sabem quem somos. E eu comentei com ela que isso era bom, não tentarmos viver de fachada mostrando ser o que não somos, mesmo se tratando de redes sociais e tudo o mais, porque a vida já é complicada demais pra gente tentar complicar mais um pouco criando algo que não existe.

E é por isso que hoje, nesse 3º ano do blog, resolvi falar um pouco sobre a pessoa, não tão simples, que fala aleatoriedades no Uma Simples Eu.

Quando eu criei o blog, em 2015, escolher um nome para ele foi difícil e ao mesmo tempo fácil para se decidir, isso porque na …

Vamos refletir um pouco.

Imagem
Mateus 18:15-20
“15. Ora, se teu irmão pecar, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, terás ganho teu irmão; 16. mas se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda palavra seja confirmada. 17. Se recusar ouvi-los, dize-o à igreja; e, se também recusar ouvir a igreja, considera-o como gentio e publicano. 18. Em verdade vos digo: Tudo quanto ligardes na terra será ligado no céu; e tudo quanto desligardes na terra será desligado no céu. 19. Ainda vos digo mais: Se dois de vós na terra concordarem acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus. 20. Pois onde se acham dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.”
Estou há um tempo querendo falar sobre esses versículos, sobre os versículos 19 e 20 em especial, mas tava passando por uns tumultos nesses últimos dias e não tava com uma cabeça muito boa para escrever. 

Eu vou à igreja, no caso ao edifício/prédio/construção de…

Talvez tenha te escrito mais uma carta...

Imagem
(E como sempre digo: na minha cabeça as fotos que acompanham os textos sempre tem sentido)
Interessante pensar como tenho uma ótima memória para algumas coisas, enquanto para outras parece que meu cérebro, simplesmente, aperta uma descarga e elimina tudo dele. Exemplos simples disso são que não me recordo mais para que utilizo o log de qualquer coisa, mas consigo me lembrar a primeira vez que conversei com você. Então eu penso “Se colocasse uns ‘talvez’ por esse texto, será que mais alguém, além de mim, acertaria como foi essa primeira vez?”.
Bom, como surge a dúvida resta pensar que talvez eu tenha te encontrado num shopping, e como tudo nessa vida exigem filas, tenha conversado contigo enquanto aguardava meu lanche ficar pronto; talvez tenha sido em um ônibus, numa dessas viagens que na verdade nem são tão longas, mas que o transporte roda tanto que acaba transformando um percurso de 20 minutos em 1 hora; talvez tenha sido num curso, não que eu tenha feito muitos, mas em algum deles …

Estou me acostumando...

Imagem
Olá, pessoas, como vocês estão? Hoje resolvi passar por aqui para conversar com vocês, acho que deixei isso um pouco de lado com o passar do tempo e vi que chegou a hora de voltar a fazer isso mais vezes (quando escrevo isso vejo que o blog já está perto de fazer 3 anos e fico tipo "Como assim? Tudo isso já?).
Como vocês sabem estou morando em Portugal há 2 meses e uns dias, e posso contar uma coisa? Tem dias que estar aqui é sinistro, não apenas no bom sentido. Ter que se adaptar à uma vida completamente diferente da que você tinha não é tão fácil como os filmes fazem parecer (sério, tem dia que fico pensando "como esse cara muda de país igual muda de roupa? Cadê o sentimento de estar deixando algo para trás? Cadê as lágrimas da saudade?", fico muito indignada).
Os primeiros dias foram mais tranquilos, afinal, estávamos com apenas 2 horas de diferença do Brasil, parecia que estávamos apenas de férias, não parecia que o Espírito Santo estava a 7.324 Km de distância daq…