Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2017

Ahh, as mães....

Imagem
Olá, pessoas! Como vocês estão? Eu tô bem, inteira e com minha orelha normal. Quem não está bem é minha irmã que caiu, rasgou a orelha e teve que levar ponto, masssss ok! Não estou aqui para falar da minha irmã, e sim das mães, incluindo, é óbvio, a minha.


Não sei vocês, mas eu acho as mães fantásticas. Desde o primeiro momento elas são sinistras, porque aguentam uns seres dentro delas, mexendo o tempo, fazendo com que elas tenham dores nas costas, nas pernas, na barriga, na cabeça e sei lá mais onde pode doer, enquanto se está grávida. Quando a criança nasce, elas (as mães, ou pelo menos alguma parte delas) se dedicam aos seus filhos de uma maneira descomunal. Elas conseguem lidar com a casa, marido, comida e com uma criança que muitas vezes não para de chorar, porque ou quer mamar ou está cagada.
Depois que os filhos crescem as mães continuam assim, sempre se dando ao máximo, fazendo o possível e o impossível para que o filho consiga fazer algumas coisas. Muitas vezes trabalham o dia …