PRESTEM ATENÇÃO NESSA POSTAGEM

Olá, pessoas. Como vocês estão? Eu estou bem, apesar de estar escrevendo TÃO do nada assim.
Como vocês sabem eu costumo fazer muito isso, digo, escrever do nada e querer chamar a atenção das pessoas para ver se elas estão atentas, mas é que acabei de chegar do cinema e sinto que se não escrever agora, quando acordar tudo vai ter se esvaído do meu cérebro.

Então, sem mais delongas: Vocês precisam assistir ao filme que está em cartaz "Tempestade: Planeta em fúria", ou "Geostorm" que é seu nome original.

 Fonte: scenecreek.com

Imagino que a maioria das pessoas que estão lendo esse post já assistiram ao filme "O dia depois de amanhã", pois bem, eu gosto muito desse filme, estou sendo sincera, já o assisti incontáveis vezes. E bem, por qual razão estou falando desse filme? Porque "Tempestade" segue um pouco os efeitos topzera desse filme.

Eu imagino que nesse momento vocês devem estar se perguntando "O que fala, EXATAMENTE, esse filme, Amanda?", então, é um filme que foi lançado aqui no Brasil no dia 19 de Outubro e se trata de um filme de ficção científica (acho que como só falo por alto dos filmes não preciso colocar aqui toda a ficha técnica, né?), segue abaixo a sinopse:
  • Depois de uma série de desastres naturais sem precedentes ameaçar o planeta, os líderes mundiais se unem para criar uma rede complexa de satélites para controlar o clima mundial e manter todos em segurança. Porém, agora, algo deu errado - o sistema criado para proteger a Terra passou a atacá-la, dando início a uma corrida contra o tempo para descobrir a verdadeira ameaça, antes que uma tempestade de proporções globais devaste tudo... e todos em seu caminho.


Quando o filme começa você já consegue sentir que, mesmo que tudo esteja perfeito, vai dar ruim. Se tratando do planeta Terra, as chances de dar ruim são inevitáveis, e bem, quando menos se espera só da gente tendo que ser enviada para o espaço para tentar consertar problemas em um aparelho, chamado "Dutch Boy", que está um pouquinho fora de controle, e que por conta disso meio que CONGELOU uma aldeia NO MEIO DO DESERTO.

No decorrer do filme você vai sendo surpreendido, e sai logo colocando culpa em todo mundo, achando que todos são suspeitos, espiões e sei lá mais o que (eu não fiz isso, sério. Prometo que assisti calmamente e não julguei ninguém antes da hora), pensando que foi porque alguém foi comprado, ou algo do tipo, que as coisas estão dando errado. MAS BEM.

O filme também traz muitos efeitos MUITO LEGAIS, passando com a destruição por vários cantos do mundo, incluindo o Brasil, mais precisamente o Rio de Janeiro (só por segurança, queridos cariocas, andem por aí com uns cardigãs nas bolsas, vai que né?), o que foi muito interessante!


Esse foi um filme que entrou para a minha lista dos que não me deixam ficar parada quieta na cadeira do cinema. Eu não sabia se ia mais para frente da cadeira, se encostava, se cruzava as pernas, se ficava de boas, se ficava tensa... Só sei que em alguns momentos tive crises de riso, senti vontade de chorar, me senti orgulhosa do povo e assim que o filme terminou só pensei: Preciso compartilhar esse filme com as pessoas que acompanham meu blog!

E é por isso que digo: Aproveitem esse feriado lindo que está por vir, tirem umas horinhas do dia de vocês e chamem aquela pessoa topzera para assistir esse filme topzera com você no cinema. Levem em consideração que essa é a minha singela opinião sobre o filme, se não gostarem... bem, comentem depois o que acharam, ou sei lá rs. Mas ok, espero que fiquem bem e com Papai do Céu, beijinhos!


Trailer do filme:




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sentir não é errado.

Começamos a turistar!

Não creio, conheci a neve!